segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Industrialização Brasileira (1822-1985)

A geografia da indústria brasileira trata sobre o fenômeno industrialização no Brasil, processo este que se iniciou tardiamente, somente no final do século XIX, ou seja, quase duzentos anos depois que Reino Unido e mais de cem depois de EUA e Alemanha.
O fenômeno industrialização no Brasil amplificou ainda mais outro fenômeno, o da urbanização, que, devido à ausência de planejamento gerou uma série de problemas nas grandes cidades brasileiras, principalmente nas regiões metropolitana de São Paulo e do Rio de Janeiro. Outro fato que colaborou para a geração de problemas nas grandes cidades brasileiras é a baixa qualificação da mão-de-obra, o que gerou um elevado desemprego estrutural, principalmente na década de 90 do século passado.
O fenômeno se divide em fases, desde a época do império ocorreram diversos surtos de industrialização, nesta postagem trataremos do fenômeno até o fim da década 1980.
Fase imperial – Nesta fase deu-se o advento da indústria brasileira, que foi impulsionada pelo fim do tráfico negreiro, que liberou capitais para o investimento no processo de industrialização. Além do que acabou por formar um incipiente mercado consumidor. O Estado manteve-se ausente deste processo, muito pelo contrário, acabou por atrapalhá-lo, principalmente no período regencial. Ficou circunscrito principalmente à cidade do Rio de Janeiro, antiga capital brasileira.
Fase da Nova República – Iniciou-se no final do século XIX e perdurou até 1929. Nesta fase a industrialização se manteve sob o domínio da iniciativa privada nacional, o Estado praticamente ausente na industrialização brasileira. Grandes empreendimentos estrangeiros quase inexistiam no Brasil, exceto as companhias de limpeza (Gary), de transportes (Bondes), e de energia (Light). A industrialização ainda era dependente, pois necessitava constantemente da importação de máquinas, produzindo apenas bens de consumo não-duráveis (têxtil e alimentícia principalmente). O capital disponível para esta fase teve origem na aristocracia cafeeira paulista, que abasteceu o nascente sistema bancário e financeiro brasileiro.
Era Vargas – Ocorrera entre 1930 e 1954, nesta fase o Estado passa a ser um importante ator no processo de industrialização brasileira, investindo massivamente, principalmente na indústria pesada. Nesta época surgem a FNM, Petrobras, Eletrobras, Furnas, CSN, dentre outras. Todas estas fábricas juntas forneceram condições para o surgimento de outras fábricas, todavia, a entrada de fábricas estrangeira foi muito reduzida, principalmente porque o mundo passava por uma profunda depressão econômica. Nesta fase o governo incentivou a substituição das importações, mas, a indústria brasileira manteve-se produzindo, sobretudo, bens não-duráveis. O governo Vargas incentivou ainda mais a concentração industrial na região Sudeste, principalmente em São Paulo e sua região metropolitana, assim como no Rio de Janeiro. O processo de favelização e periferização amplificou-se muito nas capitais paulistana e carioca.
Era JK – Nesta fase há uma expansão do modelo rodoviarista, fato que incentivou a entrada de empresas estrangeiras no Brasil. O desenvolvimentismo econômico que o Brasil viveu durante o mandato de JK priorizou o investimento nos setores de transportes e energia, na indústria de base(bens de consumos duráveis e não duráveis), na substituição de importações, destacando a ascensão da indústria automobilística, e na Educação. Para JK e seu governo, o Brasil iria diminuir a desigualdade social gerando riquezas e desenvolvendo a industrialização e consequentemente fortalecendo a economia. Sendo assim, estava lançado seu Plano de Metas: “o Brasil iria desenvolver 50 anos em 5”.
O processo de criação de rodovias ligou as regiões brasileiras, dando fim ao que era chamado de “Economia de Arquipélagos”. Isto ocasionou a falência de indústrias regionais, principalmente as da região Nordeste, o que favoreceu ainda mais o processo de migração interna no Brasil, principalmente dos nordestinos em direção ao Sudeste, sobretudo para São Paulo.
Fase Militar – Ocorreu entre 1964 e 1985, época em que os militares realizaram um golpe de Estado. A industrialização seguiu os mesmos moldes que o de JK, todavia, o capital estrangeiro ganhara muito mais incentivo do governo que o empresariado brasileiro, isto explica a falência de muitas delas. Nesta fase o Brasil atinge o posto de 8ª economia do mundo capitalista, mas, com o maior endividamento externo do mundo e a segunda pior distribuição de renda do mundo. Isto tudo ocorrera devido à política brasileira de incentivo à exportação (“Exportar é o que importa!”), que objetivava acumular saldos positivos na balança comercial, além disto, a desvalorização da moeda brasileira para facilitar a venda dos nossos produtos no exterior acabou por gerar inflação. A recomposição salarial da classe trabalhadora nunca acompanhou a inflação, este fato financiava o empresariado brasileiro, que passava por maus momentos devido ao sucateamento do parque industrial, o maquinário necessário não estava sendo mais importado, devido aos altos preços. Inicia-se um processo de desconcentração espacial da indústria brasileira na época, isto foi incentivado pelas mega-obras da época – construção das hidroelétricas de Tucuruí (na região Norte), Sobradinho e Paulo Afonso (no Nordeste) e Itaipu (na região Sul). A indústria de mineração foi o destaque dos militares, principalmente na região Norte, com os projetos de colonização, norteados pela filosofia “integrar para não entregar”, assim a Amazônia passa a fazer parte do espaço geográfico nacional.

Filmes recomendados para serem vistos: Terra em transe ou Rio, 40 graus.

link para baixar Rio, 40 graus:
http://www.monova.be/torrent/1333865/Rio_40_Graus_-_Nelson_Pereira_dos_Santos.html

Grande amplexo para todos!

75 comentários:

  1. o blog fico otimo gostei ja to lendo o capitulo e vo começar a resolver as atividades.
    To gostando do livro ta escrito com clareza a gente compreende rapido.
    Abraço

    ResponderExcluir
  2. ficou ótimo,o conteúdo está em uma linguagem fácil de se entender,isso é ótimo,agora vamos para a os exercícios rsrs.abraço

    ResponderExcluir
  3. Parabens pelo blog fessor,ele está complementando o resumo do caderno...é sempre bom aprofundarmos nas histórias de industrialização, afinal, somos nós que daremos continuação a esse projeto futuramente! Não vivemos em uma época de imperialismo e total comando militar, mas mesmo sem termos existido naquele tempo, fazemos parte da história... acho interessante este assunto: economia, industrialização, governos em busca de reformas, poderes políticos...enfim, o que se diz a respeito do Brasil não deve ser absolutamente uma curiosidade nossa, e sim uma obrigação de conhecimento!! bjaooo... ahhh! não me esqueci dos deveres não tah..rsrs'' Abraços..

    ResponderExcluir
  4. Tadeu, resolvi pesquisar um pouco a vida do Barão de
    Mauá, bom la vai:
    'Ireneu Evangelista de souza, Barão e Visconde de Mauá, foi comerciante, industrial e banqueiro no periodo do Imperio no Brasil(1822-1889).
    Nasceu dia 28/12/1813 em Arroio grande RS, e faleceu no dia 21/12/1889 em Petropolis RJ aos 75 aos anos de idade, foi pioneiro em várias areas da economia brasileira:
    *Implantação da primeira fundição de ferro no pais;
    *Construção da primeira ferrovia a ESTRADA DE FERRO MAUÁ no atual estado do Rio de janeiro;
    *Inicio da exploração do rio Amazonas e afluentes, com barcos a vapor;
    *Instalação da iluminação publica a gas na cidade do Rio de Janeiro;
    *Criação do primeiro banco do brasil;
    *Instalação do cabo submarino telegrafo entre America do sul e Europa;
    É considerado como o primeiro e grande industrial br
    asileiro(e com razão né gente)é considerado um dos primeiros representantes do capitalismo na America do sul, ao incorporar no brasil(que ainda estava no periodo do imperio)em suas empresas recursos maquinarios aplicados na Europa e Estados unidos no perodo da revolução Industrial.
    Foi um dos grandes opositores a escravatura no brasil, entendo que somente com um comercio livre, com tralhadores libertos e com rendimentos é que o brasil poderia alcançar a prosperidade.'
    É isso ai gente quem quiser saber mais um pouco, sobre esse assunto é so digitar no google o nome do Barão de Mauá e entra no site da wikipéia, enciclopedia livre e pronto!
    Bom desempenho a todos!
    Abraços

    ResponderExcluir
  5. É José Rodrigo.. Barão de Mauá realmente deixou um marco no Brasil com relação a tudo que fez, foi um grande e primeiro 'empresário' brasileiro! Suas obras e iniciativas modernizadoras da economia nacional foram de grande importancia para não só o Brasil, mas também à toda a América do Sul. Uma pena que muitos não conhecem a história de Mauá, chamado até de "vanguardista" no século 19... bjaoooo...

    ResponderExcluir
  6. ~.. Gostamos muuuuito do blog e esse ano está bem melhor que é um para cara turma hihi' ... Vai facilitar bastante nosso estudo. Parabéns Tadeu ((=

    Elizama, Ronia e Thamyres .

    ResponderExcluir
  7. Em relação aos fatores atrativos e repulsivos o que temos a dizer é :
    Fatores Atrativos: o nome já diz, 'atração'. As pessoas tinham uma boa condição de vida mas procuravam uma melhor, e viam nas cidades essa possibilidade.Iam para os lugares onde a Industrialização estava predominante pois lhes ofereciam empregos com bons salários.

    Fatores Repulsivos: a pessoa era meio que obrigada a sair do campo e ir para a cidade, pois as condições onde moravam eram ruins. Muitos fizeram isso, o que acarretou vários problemas hurbanos. Ex;favelas .

    By: Elizama, Ronia e Thamyres .

    ResponderExcluir
  8. ~.. A industrialização no Brasil ocorreu de uma forma em que era proibido a entrada de produtos importados na tentativa de fortalecer o a economia do nosso país. Mas com isso, produziu-se muito e não havia mercado consumidor para tanto produto, então o preço caía. (Como o Tadeu mesmo disse na sala de aula, seria como o exemplo o café na safra em que o preço geralmente é mais baixo, enquanto fora da safra o preço aumenta, ou seja, menos produto).

    O Estado permaneceu ausente por muito tempo, e quando se impôs, foi pra valer . ( tudo em exagero é ruim,rs )

    By : Elizama, Ronia e Thamyres .

    ResponderExcluir
  9. Tadeu nosso comentario sobre o tema e o seguinte:
    Sabemos que a industrialização foi um grande marco na historia do nosso pais pena que como ocorreu rapido demais trouxe algins problemas:
    *Alto indice de desemprego;
    *Grande dividas externas;
    *Formação de favelas;
    Mas com a ajuda do estado esses problemas diminuen um pouco mas alguns deles influenciam a nossa economia ate hoje.
    Abraços

    ResponderExcluir
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  11. Como tudo na vida, "o governo possui seus altos e baixos." Concluímos após o estudo do capítulo, que em uma tentativa de elevar a economia brasileira, as autoridades não obtiveram os resultados esperados, isso porque, cometeram exageiros.
    Juscelino Kubitschek ,por exemplo, através do Plano de Metas, buscava um amplo desenvolvimento mas, os resultados foram contraditórios resultando em um significativo aumento da inflacão e dívida externa. Nesse período, onde as industrias se concentravam na região sudeste, houve as imigrações internas que acarretaram na consequente formação de periferias.
    Outro exemplo que queremos ressaltar, é o periodo militar. De início parecia que tudo iria caminhar bem mas, a desigualdade social cresceu muito e a renda seguiu o trecho daquela velha musica:
    "o de cima sobe e o debaixo desce". assim os salários dos trabalhadores foram reduzidos e, a taxa de lucros dos empresários ampliada. O objetivo foi aumentar o PIB brasileiro, mas em consequencia vieram as dívidas internacionais ainda maiores, que so vieram a ser enfrentadas nos anos 1990.

    bom gente, ate amanha em sala de aula (:

    beeijinhoos ^^

    Nahara, Denise, Josiane (:

    ResponderExcluir
  12. Os fatores atrativos da urbanização, em países desenvolvidos, estão ligados às transformações provocadas na cidade pela indústria, gerando oportunidades de empregos,com salários em geral mais altos. O que aconteceu primeiramente nos países de industrialização antiga, além das transformações urbanas, como consequência da Revolução Industrial uma modernização da agropecuária que, ao longo da história, foi possibilitando a transferência de pessoas do campo para a cidade, principalmente como resultado da mecanização da agricultura. Já os fatores repulsivos são típicos de países subdesenvolvidos, sem indústrias ou com um baixo nível de industrialização. Estão ligados fundamentalmente às péssimas condições de vida existentes na zona rural, em função da estrutura fundiária bastante concentrada, dos baixos salários, da falta de apoio aos pequenos agricultores, das técnicas de cultivo, etc. Assim, há uma grande transferência de população para as cidades, notadamente para as grandes metrópoles, criando uma série de problemas urbanos.

    Amanda, Débora e Thalita :D

    ResponderExcluir
  13. Em relação ao texto gostaria que comenta-se sobre os pontos abaixo:
    *Poderiamos dizer que se o Brasil inicia-se o seu processo de industrialização antes dos paises citados no texto. Seria hoje a maior economia do mundo?
    *As favelas brasileiras, são reflexos do que ocorreu no inicio da industrialização.
    renata XD

    ResponderExcluir
  14. *Como é possivel ? O Brasil atingir o posto de 8º Economia mundial. E ao mesmo tempo o maior individamendo externo e a 2º pior destribuiçaõ de renda do mundo.
    *pior que a industria de mineração foi destaque na fasse militar principalmente na região norte? e qual a ligação entre amazonia e esse fato.
    beejo' ..tayna

    ResponderExcluir
  15. Pra complementar os assuntos de fatores atrativos e repulsivos, queremos lembrar que, nos locais desenvolvidos, os fatores que predominam são os fatores atrativos; tais quais, beneficiaram a urbanização. Já os locais subdesenvolvidos, predominam-se os fatores repulsivos... A Industrialização nunca foi planejada,cresceu graças ao fator repulsivo. o Estado até ajudou nesse desenvolvimento... até porque o Brasil deixa de importar mercadorias porque passou a fabricá-las.

    Na Era JK, o Estado crescia em infra-estrutura para trazer fábricas de automóveis e indústrias de outros produtos.
    ----'' As 'fases' que no Brasil ocorriam, o endividaram... para resolver esse problema, a idéia apresentada foi de criar obras ( ex: hidrelétricas, rodovias... ), tudo em prol da colonização.. Houve até um tempo em que ocorreu a chamada " Indústria da Seca"... Em 1973, os EUA intervia na economia (isso, após a Crise de 1929). Lá, estavam sobrando produtos; enquanto o Brasil estava na 'seca', os EUA viviam na "Crise de Fartura"... Com a intervenção dos EUA na economia, resulta-se a saída da 'depressão econômica'. As idéias do governo foram bem pensadas, suas obras foram de grande lucro...
    Nos anos 70, o governo americano tornou-se individado; e tiveram que aumentar os juros de empréstimos concedido à outros países... com a dívida Brasileira ficando ainda maior, sua industrialização constitui um atraso, o que fez a situação do Brasil se tornar pior ainda!!! Mas apesar de toda a 'confusão', o Brasil teve um grande influente para sua industrialização, o nosso Café.. sua exportação permanecia, mesmo após sua recaída em 1929, em frente até os anos 70.. com ele conseguíamos capitais, tornando-nos um grande país de atividades agro-exportadoras...

    Daniela, Hellen e Lorena... bjsss...

    ResponderExcluir
  16. * O Brasil está em constante desenvolvimento, mas com uma economia já estabilizada. Economia esta, impulsionada pela exportação de várias mercadorias produzidas no nosso país, principalmente manufaturados, produtos agrícola e mineral.

    * O governo de Itamar Franco, após a renúncia de Collor, enfrentou um crescimento econômico muito baixo. No entanto, através do Plano Real, a inflação pôde ser controlada, já que o governo elevou suas taxas de juros e igualou o valor do REAL ao valor do DÓLAR.


    Denise, Josiane, Nahara (:

    ResponderExcluir
  17. Fernando Collor de Mello
    * Criação do cruzeiro.
    * O governo liberou as importações de bens de consumo e entrada de capital estrangeiro por outro lado favorecel a quebra de empresas menores que não podem competir com as multi-nacionais.
    *corrupção e a investigação "Impeachment".O que fez com que Itamar Franco assumisse a presidencia.

    ResponderExcluir
  18. Itamar Franco
    por não ter conseguido combater a inflação o Brasil ganha uma nova moeda o REAL. Com o objetivo de combater a inflação houve:
    * privatização de impressas estatais
    *elevação de taxas e juros
    *libereração domercado a importações
    Plano real = estabilização da economia

    ResponderExcluir
  19. Era Collor e Itamar
    Foi marcado pela implementação do plano COLLOR, que era um conjunto de reformas economicas, e planos para estabilização da inflação; e a abertura do mercado nacional as importações. Mas pena que o plano não deu certo fazendo com que a inflação chegasse em 1200% em 1990; so com o plano REAL (cortar 3 zeros da moeda corrente) e passar a chama-lá de Real.

    ResponderExcluir
  20. esqueci de fala minha equipe Gessica oliveira e Bruna faustino Desculpa ai gente!!!!
    Abração

    ResponderExcluir
  21. ERA FHC
    Foi ele que criou o Plano Real(Governo Itamar)
    *desvalorização do Real melhorando assim as exportações , dispensando a mão-de-obra. Agravando um serio problema o alto índice de desemprego.
    *baixo crescimento econômico , veio assim a crise de falta de energia 'o apagaõ'.
    beijo ^^
    by: Eliza, Daiana e Thaís

    ResponderExcluir
  22. GOVERNO COLLOR
    *Criação do plano Collor tendo como objetivo acabar com a inflaçaõ e modernizar a economia, tendo resultados nada satisfatorios;
    *Criação do cruzeiro;
    *Abertura de entrada de importações;
    *Collor foi acusado de corrupção e sofreu um processo de ‘impeachment’ perdendo assim a presidência .
    bjs..
    by: Eliza, Daiana e Thaís

    ResponderExcluir
  23. Itamar Franco
    *criação do Plano Real (substituição do cruzeiro para o real);
    Para diminuição da inflação (que em 92 chegou 1200%) Itamar promoveu:
    *privatização estatal e altas taxas de juros;
    by: Daiana, Eliza e Thaís
    beeijos'

    ResponderExcluir
  24. Governo Collor e Itamar: Suas promessas eram revolucionar o serviço público,com privatizações, abertura da economia e eliminação dos altos salários ( marajás).
    O implantamento do Plano collor foi uma maneira de combater a inflação e isso resoltou na mudança da moeda do país.
    Houve também um bloqueio dos recursos, a princípio reduziu sim a inflação, mas a longo prazo trouxe uma retração na economia. ( PIB em 1990 , 4,3 %).

    Era FHC & Era Lula :
    - FHC estabilizou a moeda. Lula manteve a estabilização.
    - FHC entregou o país com 10,4% de desemprego. Lula entregará com 10,6%.Quase igual.
    - FHC não consertou as estradas. Lula também não consertou.
    - FHC privatizou a telefonia, a Vale do Rio Doce, vários bancos e mais um monte de estatais ineficientes. Lula também privatizou, a Petrobrás, o Banco do Brasil, a Caixa Econômica Federal, os Correios ...

    Bom gente, foi mais ou menos isso ai que conseguimos entender através dos sites pesquisados (:
    Ótima tarde pra todos, e até amanhã na aula pessoal ^^

    Por: Elizama, Rônia e Thamyres '

    ResponderExcluir
  25. Era FHC
    Em seu governo houve denuncias de corrupção, e outras falcatruas;
    Introduziu o 1° programa de distribuição de renda(transformado em o bolsa familia no inicio de governo Lula);
    A desvalorização da moeda o que provoca crises internacionais e tendo como consequencia aumento dos juros;
    A implantação do gasoduto Brasil-Bolivia;
    Zé rodrigo, gessica e Bruna :D

    ResponderExcluir
  26. Era Lula
    Estabilidade economica;
    Geração de empregos;
    minimização dos riscos e controle das metas de inflação tornan-se objetivo principal;
    Crescimento no PIB de 2,12% para 3,35% ao ano;
    Atuação defensiva na area de Relações Exteriores, que gerou ampliação do comercio Brasileiro com diversos outros paises, consequencia da diminuição da dependencia dos Estados Unidos e União Europeia nas esportações, que chegaram ao total de 937 Bilhões $$$$$$$
    descorberta do PRE-SAL
    Eu, bruna, gessica XD

    ResponderExcluir
  27. ERA COLLOR
    Volta do Cruzeiro como moeda;
    - Congelamento de preços e salários;
    - Bloqueio de contas correntes e poupanças no prazo de 18 meses;
    - Demissão de funcionários e diminuição de órgãos públicos;

    ResponderExcluir
  28. ERA FHC
    -criação do bolsa escola
    -vasto investimento em infraestrutura(estradas)
    -atacou as fontes de defict publico para eliminar a inflação
    -privatização de empresas ( vale do rio doce)

    aí esse k.u é o Eliel o Américo e o Dionata

    ResponderExcluir
  29. ERA ITAMAR FRANCO
    - criação do plano real
    -projetos de combate a miséria.
    Deu voz dentro do governo à equipe econômica que estruturou e implementou o Plano Real. É um dos poucos, se não for o único presidente do Brasil, que entregou o país melhor do que quando assumiu... Injustiçado ao extremo, devido às condições em que assumiu o poder.
    Fez doação da Cia Siderúrgica Nacional (CSN) e deu asa a cobra promovendo Fernando Henrique Cardoso (FHC) que acabou com todo o patrimônio nacional e só não vendeu a Petrobrás porque não consegui sucateá-la a tempo
    Américo, Dionata e Eliel

    ResponderExcluir
  30. Governo Collor:Assumiu o governo em meio a uma hiperinflação, o que possibilitou a criação do Plano Collor para dar fim a inflação o que resultou na mudança da moeda, destacando-se também a abertura do mercado a entrada de produtos estrangeiros.
    Itamar Franco como medida de estabilização monetária indexou a moeda ao dólar, aumentou a carga de impostos criou o Fundo Social de Emergência. A equipe econômica passa a dispor livremente da movimentação de 18% do orçamento da união.O Plano Real.
    FHC ministro de Itamar Franco liderou a introdução do Plano Real que estabilizou a moeda e conteve a inflação.
    Com a diminuição da inflação Lula teve mais meios para investir na necessidade da diminuição das desigualdades sociais.A luta de Lula foi grande na área social criando e criando as bolsas (família,escola,etc)tão criticadas mas tão necessárias conseguiu reduzir as desigualdades.

    ResponderExcluir
  31. Postando para DANIELLE para RAQUEL
    governo Collor e Itamar é criado o plano collor, abertura da economia de produção e serviços importados.
    FHC baixo indece de desenvolvimento, alta taxa de desemprego.
    Lula aumento do PIB, controle da inflação, principais atividades industriais refino do petroleo, metarlugica basica, maquinas e equipamentos proporcinam grande transformação industrial.
    Abertura da economia facilitou a importaação e modernização, houve dispersão do parque industrial.
    Danielle Raquel

    ResponderExcluir
  32. ERA LULA
    -Reduziu a inflação de 12,5% (2002) para 4,3% (2009) ao ano; a taxa média anual de inflação no governo Lula (6% ao ano) é menos da metade da que tivemos no governo FHC (12,5% ao ano)
    -Reduziu a relação dívida/PIB de 51,3% (2002) para 36% do PIB(2008)
    -Pagou toda a dívida com o FMI e com o Clube de Paris e o Brasil se tornou credor do FMI, algo inédito na história do país, para quem emprestou US$ 10 Bilhões; Hoje, a dívida externa líquida é negativa em US$ 65 bilhões;
    -Reduziu o déficit público nominal de 4% do PIB (2002) para 1,9% do PIB (2008);
    Américo,Dionata e Eliel

    ResponderExcluir
  33. Governo Collor e Itamar :
    •o governo Collor abre a economia brasileira à concorrência mundial, reduzindo as tarifas de importação. A partir de seu governo discutiu-se acerca de planos de privatização das empresas estatais e adoção de uma política contra a intervenção do Estado como elemento regulador na economia.
    •Através das medidas de abertura da economia brasileira ao mercado internacional, muitas empresas são fechadas, gerando um grande quadro recessivo. Os objetivos do governo não são alcançados: a inflação volta a crescer em grande escala, reduzida apenas artificialmente no início do Plano Collor, através do enxugamento arbitrário da moeda corrente no mercado.
    •A estabilidade monetária só foi alcançada com a implantação do Plano Real, em 1994, já no governo Itamar Franco. Houve uma melhora da renda sem precedentes para as classes mais baixas.

    Era FHC

    •Fernando Henrique Cardoso implantou no Brasil o Plano Real, orientado através de metas de estabilização da economia brasileira
    •tratavam da mudança do conceito de empresa nacional, a fim de modificar a discriminação da entrada do capital estrangeiro no país, e ainda a quebra dos monopólios nos setores de produção do petróleo e de telecomunicações no Brasil.

    Era Lula

    •Foi a fase de maior expansão para a economia brasileira das últimas três décadas
    •No fim da Era Lula, observou-se uma taxa de desemprego de apenas 5,7%. Por trás da expansão do emprego e da renda está um crescimento econômico que, apesar de alguns percalços, está acima da média do país, considerando a inflação sob controle.
    •Nos oito anos da Era Lula, o Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro cresceu a uma média anual de 4%, que podemos considerar um crescimento moderado.

    ----------------------------------------------------------

    ResponderExcluir
  34. Hoje a economia vem crescendo nos setores ligados as novas tecnologias que seriam, ROBÓTICA,AERONÁUTICA,ELETRÔNICA,TElECOMUNICAÇÕES,MECÂNICA DE PRECISÃO,BIOTECNOLOGIA.
    Modernização que ganhou forte impulso com a implantação dos TECNOPOLOS, o que estimula ass universidades, instituições de pesquisa,e empresas privadas.
    E isso ai o mundo gira em torno da tecnologia.
    Pena que esses tecnopolos estão situados somente no Sudeste do Brasil, mas isso vem de muito tempo atras; estão sendo feitas ações para dispersão desses parques desde 1968 com a criação do Suframa(Superintêndencia da zona Franca de Manaus)que pena ja que o Brasil é um pais com uma extensão territorial enorme.
    ZE RODRIGO,GESSICA,BRUNA

    Abraços :D

    ResponderExcluir
  35. Economia brasileira contemporânea
    O período militar tem início em 1964-1985. Na eleição com Tancredo Neves x Paulo Maluf, Tancredo assume o cargo em 15 de janeiro 1985. Ele porém tem dificuldades para governar
    e se preocupar em implementar reformas econômicas em busca do apoio popular. Primeiro ele tentou estabilizou a moeda, querendo trocar a moeda 'cruzeiro' e virar 'cruzado'. Foi chamado de Plano Cruzado.
    No país o consumo de produtos aumentou, e os preços foram congelados pela ordem do governo, mas as pessoas se recusavam vender pelo preço congelado. Após a observação da fragilidade ao plano, houve reajustes não tarifas e nas taxas reduzindo mais o poder de compra dos cidadãos.
    Somente em 1990 foi eleito o 1º presidente pelo voto direto, no qual Fernando Collor de Melo ganha. Um dia após sua posse ele lança em plano chamado ''Plano Collor'' que era para estabilização econômica e houve também uma onda de corrupção no país e em 1992 Collor recebe 'impeachment' por corrupção.
    Em 1992 com a 'abertura do mercado brasileiro', que teve entrada de máquinas e equipamento industriais de última geração fez com que tivesse grandes avanços no Brasil, tendo a entrada de novas fábricas no Brasil como Toyota, Peugeot entre outras.
    Itamar Franco assume em 1994 e reassume em 1998, propondo o " Plano Real" tirando o "cruzeiro real" e colocando o "real".
    Depois da abertura da economia para a iniciativa privada, economia brasileira se torna mais sólida e ocorre o aumento das saídas de dólares e remessas de lucros.
    Com a entrada do governo Lula, deu continuidade política e econômica do governo de Fernando Henrique e tomou medidas que melhoraram o país.
    O país representa a 2ª maior taxa do mundo sendo superada somente pelo Chile, teve um grande crescimento econômico e novos empregos. No Brasil os parques tecnológicos aparecerem em todas regiões.
    O governo passou a atender mais partes das necessidades de infra-estruturas das regiões.

    Amanda, Débora e Thalita

    ResponderExcluir
  36. Era Lula
    Os oito anos do governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva , tiveram duas principais características: crescimento econômico com redução da pobreza e escândalos políticos que abalaram o PT.
    O presidente terminou o mandato com 83% de aprovação popular e a eleição de,Dilma Rousseff.
    Na economia, o maior mérito foi a manutenção do Plano Real, que permitiu a estabilidade econômica. O PIB teve um crescimento médio anual de 4,0% nos dois mandatos. Programas sociais melhoraram a vida das classes mais pobres.
    O pior aspecto do governo petista foram os sucessivos escândalos políticos.
    bjs...
    Vanessa, Renata e Thayná

    ResponderExcluir
  37. Economia Brasileira
    COLLOR E ITAMAR: 1º: reforma monetárias: a moeda nacional voltou a ser cruzeiro. 2º: Correção de preços e salários. 3º: reforma administrativa do estado. 4º: reforma fiscal. 5º: política de comércio exterior. Resultado do plano: abaixou a inflação mensal reduzindo a atividade, o nível do emprego, aumentando o desemprego principalmente no setor industrial.

    DANIELA, HELLEN E LORENA...

    FHC --- D eu inicio a um plano economico que viria a ser o mais bem-sucedido plano de estabilização economica do país: o PLANO REAL. 1ª fase: equilibrio das contas do governo eliminando a causa da inflação. 2ª fase: criação de um padrão estável de valor. 3ª : emissão deste padrão de valor estavelmente como uma nova moeda nacional.

    LULA --- 1º : nomeou Henrique Meirelles para presidente do BCB. 2º: metas de inflação. 3º: aumentou a meta de superávit primário do PIB. 4º: aumentou a taxa da economia(taxa SELIC). Aumentou o capital externo, as importações e as exportações (que gerou aumento do saldo da balança comercial).

    ResponderExcluir
  38. A minha equipe é Vanessa e Thayná...
    disculpa ae ..
    Renata

    ResponderExcluir
  39. Testes e questões
    .Enem

    1-Pode-se compreender o desemprego estrutural em termos da internacionalização da economia associada:

    d) As novas formas de gerenciamento de produção e novas tecnologias que são inseridas no processo produtivo, eliminando empregos que não voltam.

    2- É correto afirmar que as políticas econômicas mencionadas nos textos são:

    c) Diferentes, porque, para o primeiro texto, a questão central é a integração regional e, para o segundo, a política de substituição de importações.

    .Questões de vestibulares

    1-a) Cite e analise duas causas possíveis dessa desconcentração industrial;
    Com o objetivo de diminuir o custo de produção, as empresas buscavam a mão de obra barata e menor taxa tributária, provocando a intensificação da guerra fiscal entre estados e municípios que reduzem impostos e oferecem outras vantagens, como doação de terrenos para atrair empresas.

    b) Explique por que o setor terciário tornou-se o maior empregador do país.
    Basicamente por ter uma mão de obra politicamente desorganizada e um significativo crescimento do emprego informal.

    2-a) Justifique a importância das indústrias siderúrgicas.
    As siderúrgicas são indústrias de base, ou seja, fabricam produtos que serão utilizados por outras indústrias, impulsionando o processo de industrialização.

    b) Explique como se deu a sua implantação no Brasil.
    A implantação das indústrias siderúrgicas no Brasil foi umas das consequências da intervenção do Estado na economia ao longo do governo de Getúlio Vargas. Nesse período houve por exemplo, a criação de várias empresas estatais como a CNS (Companhia de Siderúrgica Nacional).

    3-a) A partir de quando as grandes montadoras estrangeiras vieram para o Brasil e onde se instalaram?
    As empresas automobilísticas estrangeiras ingressaram a partir do governo JK e se instalaram no ABC paulista na grande São Paulo.

    b) Quais as características da industrialização brasileira a partir deste momento?
    A partir desse momento a economia brasileira passou a contar com a
    entrada do capital estrangeiro,principalmente no setor de bens de consumo duráveis; atraídos pelas vantagens oferecidas pelo pais, dentre elas:
    salários baixos aos trabalhadores, infraestrutura industrial e “despreocupações” ambientais.


    Nahara, Denise, Josiane XD

    ResponderExcluir
  40. .Testes de vestibulares

    1-Com base nos conhecimentos sobre a participação do Estado no processo de industrialização brasileira entre 1930 e 1980, é correto afirmar que o Estado brasileiros:

    a)Investiu na chamada indústria de base, construiu infraestrutura nos setores de energia, transporte e comunicação e foi responsável pela criação da legislação trabalhista.

    2-Sobre as características fundamentais da industrialização brasileira até a década de 1970, é válido afirmar que:

    d)Esteve marcado pela dependência tecnológica e financeira e pela concentração territorial , ambas responsáveis pela reprodução do subdesenvolvimento do país.

    3-A respeito das disparidades regionais do Brasil, é correto afirmar que:

    C)Elas foram adquirindo as suas características atuais com a industrialização do país e tornaram-se assunto da política nacional a partir dos anos de 1950.

    4-A partir da década de 1970, dois fatos importantes ocorreram simultaneamente: Inicio da diminuição da concentração industrial no Sudeste e, o processo de desconcentração industrial no Brasil. Dentre os motivos que podem explicar esses fatos citam-se:

    b)A forte atuação do estado criando incentivos fiscais para que indústrias do Sudeste se instalassem em outras regiões e o desenvolvimento em âmbito nacional de infraestrutura de transportes e comunicações.

    5-A região de Campinas tem apresentado um intenso crescimento industrial que se destaca no contexto nacional pelo:

    a)Desenvolvimento da industria de ponta, estimulado pelos tecnopolos criados a partir de uma integração entre a comunidade acadêmica e o empresariado.

    6-O processo de industrialização brasileira encontrou, no centro-sul do país, principalmente em São Paulo, os elementos indispensáveis ao seu desenvolvimento: mão de obra assalariada, mercado consumidor, eletricidade, sistema de transportes e excelente sistema bancário. Sobre esse processo, é incorreto afirmar que:

    c) processo de desconcentração espacial das indústrias paulistas gerou um surto de industrialização no Nordeste e no Sul, equilibrando, assim, a produção industrial por regiões.

    7-As hachuras, no mapa, representam áreas de:

    e)Concentração industrial.

    8-No período pré-industrial brasileiro, quando a economia nacional era dominada basicamente pelas atividades agrícolas de exportação, a organização do espaço geográfico era do tipo:

    e)áreas isoladas ou “arquipélagos”, onde não havia um espaço nacional integrado.


    Nahara, Denise, Josiane! XD

    ResponderExcluir
  41. 9-O conjunto de investimentos e modificações a que se refere o texto consistia, entre outros:

    d) Na ampliação significativa da capacidade instalada de energia elétrica, no aumento do número e na modernização das rodovias e no crescimento do setor de bens de produção e da indústria automobilística.

    10-Sobre a industrialização brasileira, assinale as proposições verdadeiras.

    a)I- A indústria de bens de consumo duráveis, implantada a partir do Plano de Metas de JK, teve significativa participação de iniciativas estrangeiras, com destaque do setor automobilístico.
    II- A implantação de uma industrialização, sem prévia reforma agrária, desembocou numa profunda crise agrária, manifestada pela excessiva transferência da população do campo para a cidade.
    III- As iniciativas estatais, iniciadas no governo de Getúlio Vargas, concentraram-se no setor de infraestrutura e indústria de base.

    11-Referem-se à industrialização brasileira os textos:

    e)I- No período de 1930 3 1956, os grandes investimentos foram direcionados ao setor de base (siderurgia, petroquímica e extração mineral), com grande intervenção do Estado.
    II- Embora a indústria, desde o início do século, estivesse concentrada no eixo São Paulo - Rio de Janeiro, até 1930 a organização espacial se caracterizava pelas atividades econômicas dispersas e regionalmente quase autônomas.
    III- O sucesso do Plano de Metas foi acompanhado por um significativo aumento da inflação e da dívida externa, pelo afastamento da capital federal do centro econômico e populacional do país e pela efetiva implantação do rodoviarismo.
    IV- A política do Plano de Metas acentuou a concentração do parque industrial na região Sudeste, intensificando ainda mais as migrações internas e provocando o crescimento caótico dos grandes centros urbanos.

    12-Sobre esse assunto, é correto afirmar:

    b)Muitas indústrias siderúrgicas brasileiras foram instaladas próximo ás jazidas de minério de ferro, como as de Minas gerais.
    c)Na atualidade, há uma reorganização espacial das indústrias no mundo, motivada em parte por uma acelerada modernização do sistema de transportes e de comunicações.
    e)Energia, água e mão de obra disponíveis são fatores locacionais importantes para o setor industrial.
    f)Os processos de urbanização e de industrialização sofrem uma influência mútua ao longo do tempo, porque as cidades ou crescem em torno das indústrias nascentes ou atraem indústrias, que fazem com que elas cresçam.



    Nahara, Denise, Josiane XD

    ResponderExcluir
  42. 13-São causas dessa desconcentração, esceto:

    a)A incapacidade da região de gerar energia suficiente para atender à demanda industrial.

    14-Nos últimos anos, o Brasil experimentou um amplo processo de privatização da econommia.
    É incorreto afirmar que esse processo:

    c)Fortaleceu a presença do Estado brasileiro dentro das fronteiras políticas nacionais em relação tanto ao capital especulativo quanto ao produtivo, que interferem na economia do país.

    15-Sobre o papel do Estado no processo de industrialização brasileiro, assinale a alternativa correta.

    a)Foi responsável pela construção dos setores de infraestrutura e transporte, pelo investimento direto no setor industrial e pela criação de uma legislação trabalhista.

    16-Ultimamente, a imprensa tem utilizado a expressão “guerra fiscal” para denominar o tipo de relacionamento entre os estados da Federação.
    Essa expressão significa:

    c)A concessão de amplos benefícios fiscais por parte de alguns estados para atraírem investimentos industriais em seu território.

    17-Sobre as consequências desses investimentos para o setor industrial brasileiro, é correto afirmar:

    d)O grande volume de IDE no Brasil coincidiu com políticas de incentivo à desconcentração espacial da indústria brasileira.

    18-Quanto à distribuição espacial da indústria brasileira, considere as seguintes informações:
    Está(ao) correta(s):

    d)II- Nas últimas décadas, teve início um processo de dispersão do parque industrial, sendo a construção de usinas hidrelétricas na região Nordeste um fator que contribuiu para esse processo.
    III- O desenvolvimento e a modernização da infraestrutura de produção e energia, de transportes, de comunicações e de informatização no interior do país viabilizaram a descentralização do parque industrial e criaram as condições de especialização produtiva, através da integração regional.

    19-Assinale a alternativa que não indica uma característica da economia brasileira, na passagem do século XX para o século XXI.

    b)A economia brasileira tem recursos naturais e mão de obra qualificada para as exigências do modelo de produção flexível, mas carrega no cenário internacional, o estigma de país subdesenvolvido.



    Nahara, Denise, Josiane XD

    ResponderExcluir
  43. Atividades pág 47 à 51
    Enem
    1- Pode-se compreender o desemprego estrutural em termos da internacionalização da economia associada:
    d)as novas formas de gerenciamento de produção e novas tecnologias que são inseridas no processo produtivo,eliminando empregos que não voltam.

    2-É correto afirmar que as políticas econômicas mencionadas nos textos são:
    c)diferentes,porque,para o primeiro texto,a questão central é a integração regional, e para o segundo, a política de substituição de importações.

    Questões de vestibulares

    1-{Fuvest}

    a)Cite e analise duas causas possíveis dessa desconcentração industrial:
    A guerra fiscal entre municípios, estados, por meio de incentivos fiscais para atrair a capital industrial para as regiões,e também a busca por parte dos empregos,das chamadas vantagens de produção.
    b) Explique por que o setor terciário tornou-se o maior empregador do país.
    Entres outros fatores,a urbanização,à demanda por maiores serviços,a terceirização e terciarização da economia e ao crescimento do emprego informal.

    2-{Unicamp-SP}
    a)Justifique a importância das indústrias siderúrgicas;
    As indústrias siderúrgicas são fundamentais para a produção de quase todos os bens que consumimos.
    b) Explique como se deu a sua implantação no Brasil.
    Na expansão industrial do governo de Getúlio Vargas

    3-{Unicamp-SP}
    a)A partir de quando as grandes montadoras estrangeiras vieram para o Brasil e onde se instalaram?
    Anos 50
    b) Quais as características da industrialização brasileira,a partir desse momento?
    Expansão e diversificação de atividades.

    Elizama,Thamyres,Ronia

    ResponderExcluir
  44. Testes de vestibulares

    1-{UEL-PR}
    Com base nos conhecimentos sobre a participação do Estado no processo de industrialização brasileira entre 1930e 1980 , é correto afirmar que o Estado brasileiro:
    a) Investiu na chamada industria de base,construiu infraestrutura nos setores de energia,transporte e comunicação e foi responsável pela criação da legislação trabalhista.

    2-{Fatec-Sp} Sobre as características fundamentais da industrialização brasileira até a década de 1970,é válido afirmar que:
    d) Esteve marcada pela dependência tecnológica e financeira e pela concentração territorial,ambas responsáveis pela produção do subdesenvolvimento do país.

    3-{UFScar-SP} a respeito das disparidades regionais do Brasil,é correto afirmar que:
    c) eles foram adquiridos as sua características atuais com a industrialização do país e tornaram-se assunto da política nacional a partir dos anos 1950.

    4-{Ufal}A partir da década de 1970, dois fatos importantes ocorreram simultaneamente: Inicio da diminuição da concentração industrial no Sudeste e, o processo de desconcentração industrial no Brasil. Dentre os motivos que podem explicar esses fatos citam-se:

    b)A forte atuação do estado criando incentivos fiscais para que indústrias do Sudeste se instalassem em outras regiões e o desenvolvimento em âmbito nacional de infraestrutura de transportes e comunicações.

    5-{Unirio-RJ}A região de Campinas tem apresentado um intenso crescimento industrial que se destaca no contexto nacional pelo:

    a)Desenvolvimento da industria de ponta, estimulado pelos tecnopolos criados a partir de uma integração entre a comunidade acadêmica e o empresariado.

    6-{UFPB}O processo de industrialização brasileira encontrou, no centro-sul do país, principalmente em São Paulo, os elementos indispensáveis ao seu desenvolvimento: mão de obra assalariada, mercado consumidor, eletricidade, sistema de transportes e excelente sistema bancário. Sobre esse processo, é incorreto afirmar que:

    c) processo de desconcentração espacial das indústrias paulistas gerou um surto de industrialização no Nordeste e no Sul, equilibrando, assim, a produção industrial por regiões.

    7-{UEL-PR}-As hachuras, no mapa, representam áreas de:

    e)Concentração industrial.

    8-{UFV-MG}No período pré-industrial brasileiro, quando a economia nacional era dominada basicamente pelas atividades agrícolas de exportação, a organização do espaço geográfico era do tipo:

    e)áreas isoladas ou “arquipélagos”, onde não havia um espaço nacional integrado.

    9-{Puccamp-SP} O conjunto de investimentos e modificações a que se refere o texto consistia, entre outros:

    d) Na ampliação significativa da capacidade instalada de energia elétrica, no aumento do número e na modernização das rodovias e no crescimento do setor de bens de produção e da indústria automobilística.

    10-{UFMS}Sobre a industrialização brasileira, assinale as proposições verdadeiras.

    a)I- A indústria de bens de consumo duráveis, implantada a partir do Plano de Metas de JK, teve significativa participação de iniciativas estrangeiras, com destaque do setor automobilístico.
    II- A implantação de uma industrialização, sem prévia reforma agrária, desembocou numa profunda crise agrária, manifestada pela excessiva transferência da população do campo para a cidade.
    III- As iniciativas estatais, iniciadas no governo de Getúlio Vargas, concentraram-se no setor de infraestrutura e indústria de base.

    Elizama,Thamyres,Ronia

    ResponderExcluir
  45. 11-{Fatec-SP}Referem-se à industrialização brasileira os textos:

    e)I- No período de 1930 3 1956, os grandes investimentos foram direcionados ao setor de base (siderurgia, petroquímica e extração mineral), com grande intervenção do Estado.
    II- Embora a indústria, desde o início do século, estivesse concentrada no eixo São Paulo - Rio de Janeiro, até 1930 a organização espacial se caracterizava pelas atividades econômicas dispersas e regionalmente quase autônomas.
    III- O sucesso do Plano de Metas foi acompanhado por um significativo aumento da inflação e da dívida externa, pelo afastamento da capital federal do centro econômico e populacional do país e pela efetiva implantação do rodoviarismo.
    IV- A política do Plano de Metas acentuou a concentração do parque industrial na região Sudeste, intensificando ainda mais as migrações internas e provocando o crescimento caótico dos grandes centros urbanos.

    12-{UFPR}Sobre esse assunto, é correto afirmar:

    b)Muitas indústrias siderúrgicas brasileiras foram instaladas próximo ás jazidas de minério de ferro, como as de Minas gerais.
    c)Na atualidade, há uma reorganização espacial das indústrias no mundo, motivada em parte por uma acelerada modernização do sistema de transportes e de comunicações.
    e)Energia, água e mão de obra disponíveis são fatores locacionais importantes para o setor industrial.
    f)Os processos de urbanização e de industrialização sofrem uma influência mútua ao longo do tempo, porque as cidades ou crescem em torno das indústrias nascentes ou atraem indústrias, que fazem com que elas cresçam.

    13-{UFV-MG}São causas dessa desconcentração, esceto:

    a)A incapacidade da região de gerar energia suficiente para atender à demanda industrial.

    14-{UFMG}Nos últimos anos, o Brasil experimentou um amplo processo de privatização da econommia.
    É incorreto afirmar que esse processo:

    c)Fortaleceu a presença do Estado brasileiro dentro das fronteiras políticas nacionais em relação tanto ao capital especulativo quanto ao produtivo, que interferem na economia do país.

    15-{UFV-MG}Sobre o papel do Estado no processo de industrialização brasileiro, assinale a alternativa correta.

    a)Foi responsável pela construção dos setores de infraestrutura e transporte, pelo investimento direto no setor industrial e pela criação de uma legislação trabalhista.

    16-{UFV-MG}Ultimamente, a imprensa tem utilizado a expressão “guerra fiscal” para denominar o tipo de relacionamento entre os estados da Federação.
    Essa expressão significa:
    c)A concessão de amplos benefícios fiscais por parte de alguns estados para atraírem investimentos industriais em seu território.

    17-{UEL-PR}-Sobre as consequências desses investimentos para o setor industrial brasileiro, é correto afirmar:

    d)O grande volume de IDE no Brasil coincidiu com políticas de incentivo à desconcentração espacial da indústria brasileira.

    18-{UFSM-RS}-Quanto à distribuição espacial da indústria brasileira, considere as seguintes informações:
    Está(ao) correta(s):

    d)II- Nas últimas décadas, teve início um processo de dispersão do parque industrial, sendo a construção de usinas hidrelétricas na região Nordeste um fator que contribuiu para esse processo.
    III- O desenvolvimento e a modernização da infraestrutura de produção e energia, de transportes, de comunicações e de informatização no interior do país viabilizaram a descentralização do parque industrial e criaram as condições de especialização produtiva, através da integração regional.

    19-{PUC-RJ}Assinale a alternativa que não indica uma característica da economia brasileira, na passagem do século XX para o século XXI.

    b)A economia brasileira tem recursos naturais e mão de obra qualificada para as exigências do modelo de produção flexível, mas carrega no cenário internacional, o estigma de país subdesenvolvido.

    Elizama,Thamyres,Ronia

    ResponderExcluir
  46. ENEM
    1-Pode-se compreender o desemprego estrutural em termos da internacionalização da economia associada:
    d) As novas formas de gerenciamento de produção e novas tecnologias que são inseridas no processo produtivo, eliminando empregos que não voltam.

    2- É correto afirmar que as políticas econômicas mencionadas nos textos são:
    c) Diferentes, porque, para o primeiro texto, a questão central é a integração regional e, para o segundo, a política de substituição de importações.

    QUESTÕES DE VESTIBULARES
    1- a) Cite e analise duas causas possíveis dessa desconcentração industrial;
    R- No Brasil, dentre as causas possíveis, podemos destacar a "guerra fiscal" entre municípios e estados, por meio de incentivos fiscais para atrair o capital industrial para as suas regiões, e também a busca, por parte das empresas, das chamadas vantagens competitivas, visando à diminuição do custo de produção (mão de obra mais barata, sindicatos menos organizados, terrenos mais baratos e menor carga tributária e infraestrutura menos saturada)

    b) Explique por que o setor terciário tornou-se o maior empregador do país.
    R- Devido à urbanização, à demanda por maiores serviços, terceirização da economia e ao crescimento do emprego informal, entre outros fatores.

    2- a) Justifique a importância das indústrias siderúrgicas.
    R- As indústrias siderúrgicas são fundamentais para a produção de quase todos os bens que consumimos.
    b) Explique como se deu a sua implantação no Brasil.
    R- Pelo governo de Getúlio Vargas em sua expansão industrial .

    3- a) A partir de quando as grandes montadoras estrangeiras vieram para o Brasil e onde se instalaram?
    R- Anos 50. No município de São Bernardo do Campo, foi instalada a fábrica da Volkswagen, cujo primeiro modelo produzido foi a Kombi, até hoje produzida lá e que precedeu ao famoso Volkswagen Sedan (mais conhecido no Brasil como fusca). Entretanto, em Rio Bonito (Estado do Rio de Janeiro), já um pequeno empreendor chamado Sebastião William Cardoso havia montado um pequeno jipe que chamou de "Tupi", movido a partir de um motor de um gerador elétrico. A Chevrolet e a Ford, que eram apenas montadoras de peças importadas, deram os seus primeiros passos com a fabricação de caminhões para, mais tarde, iniciarem a produção de automóveis em 1968. “A seguir veio a Fiat - (Fábrica Italiana de Automóveis - Turim) instalou-se em 1976 em Betim.”

    b) Quais as características da industrialização brasileira a partir deste momento?
    R- Devido a expansão e diversificação de atividades.

    Amanda, Débora e Thalita

    ResponderExcluir
  47. TESTES DE VESTIBULARES

    1- Com base nos conhecimentos sobre a participação do Estado no processo de industrialização brasileira entre 1930 e 1980, é correto afirmar que o Estado brasileiro:c) Estatizou a indústria de bens de consumo duráveis, privatizou as empresas estatais de geração e distribuição de energia elétrica, petróleo e gás natural e revogou a legislação trabalhista do período de Vargas.

    2- Sobre as características fundamentais da industrialização brasileira até a década de 1970, é válido afirmar que:
    d) Esteve marcado pela dependência tecnológica e financeira e pela concentração territorial , ambas responsáveis pela reprodução do subdesenvolvimento do país.

    3- A respeito das disparidades regionais do Brasil, é correto afirmar que:
    C) Elas foram adquirindo as suas características atuais com a industrialização do país e tornaram-se assunto da política nacional a partir dos anos de 1950.

    4- A partir da década de 1970, dois fatos importantes ocorreram simultaneamente: Inicio da diminuição da concentração industrial no Sudeste e, o processo de desconcentração industrial no Brasil. Dentre os motivos que podem explicar esses fatos citam-se:
    b) A forte atuação do estado criando incentivos fiscais para que indústrias do Sudeste se instalassem em outras regiões e o desenvolvimento em âmbito nacional de infraestrutura de transportes e comunicações.

    5- A região de Campinas tem apresentado um intenso crescimento industrial que se destaca no contexto nacional pelo:
    a) Desenvolvimento da industria de ponta, estimulado pelos tecnopolos criados a partir de uma integração entre a comunidade acadêmica e o empresariado.

    6- O processo de industrialização brasileira encontrou, no centro-sul do país, principalmente em São Paulo, os elementos indispensáveis ao seu desenvolvimento: mão de obra assalariada, mercado consumidor, eletricidade, sistema de transportes e excelente sistema bancário. Sobre esse processo, é incorreto afirmar que:
    c) processo de desconcentração espacial das indústrias paulistas gerou um surto de industrialização no Nordeste e no Sul, equilibrando, assim, a produção industrial por regiões.

    7- As hachuras, no mapa, representam áreas de:
    e) Concentração industrial.

    8- No período pré-industrial brasileiro, quando a economia nacional era dominada basicamente pelas atividades agrícolas de exportação, a organização do espaço geográfico era do tipo:
    e) áreas isoladas ou “arquipélagos”, onde não havia um espaço nacional integrado.

    Amanda, Débora e Thalita

    ResponderExcluir
  48. 9- O conjunto de investimentos e modificações a que se refere o texto consistia, entre outros:
    d) Na ampliação significativa da capacidade instalada de energia elétrica, no aumento do número e na modernização das rodovias e no crescimento do setor de bens de produção e da indústria automobilística.

    10-Sobre a industrialização brasileira, assinale as proposições verdadeiras.
    a) I- A indústria de bens de consumo duráveis, implantada a partir do Plano de Metas de JK, teve significativa participação de iniciativas estrangeiras, com destaque do setor automobilístico.
    II- A implantação de uma industrialização, sem prévia reforma agrária, desembocou numa profunda crise agrária, manifestada pela excessiva transferência da população do campo para a cidade.
    III- As iniciativas estatais, iniciadas no governo de Getúlio Vargas, concentraram-se no setor de infraestrutura e indústria de base.

    11-Referem-se à industrialização brasileira os textos:
    e) I- No período de 1930 3 1956, os grandes investimentos foram direcionados ao setor de base (siderurgia, petroquímica e extração mineral), com grande intervenção do Estado.
    II- Embora a indústria, desde o início do século, estivesse concentrada no eixo São Paulo - Rio de Janeiro, até 1930 a organização espacial se caracterizava pelas atividades econômicas dispersas e regionalmente quase autônomas.
    III- O sucesso do Plano de Metas foi acompanhado por um significativo aumento da inflação e da dívida externa, pelo afastamento da capital federal do centro econômico e populacional do país e pela efetiva implantação do rodoviarismo.
    IV- A política do Plano de Metas acentuou a concentração do parque industrial na região Sudeste, intensificando ainda mais as migrações internas e provocando o crescimento caótico dos grandes centros urbanos.

    12-Sobre esse assunto, é correto afirmar:
    b) Muitas indústrias siderúrgicas brasileiras foram instaladas próximo ás jazidas de minério de ferro, como as de Minas gerais.
    c) Na atualidade, há uma reorganização espacial das indústrias no mundo, motivada em parte por uma acelerada modernização do sistema de transportes e de comunicações.
    e) Energia, água e mão de obra disponíveis são fatores locacionais importantes para o setor industrial.
    f) Os processos de urbanização e de industrialização sofrem uma influência mútua ao longo do tempo, porque as cidades ou crescem em torno das indústrias nascentes ou atraem indústrias, que fazem com que elas cresçam.

    13-São causas dessa desconcentração, exceto:
    a)A incapacidade da região de gerar energia suficiente para atender à demanda industrial.

    14-Nos últimos anos, o Brasil experimentou um amplo processo de privatização da economia.
    É incorreto afirmar que esse processo:
    c)Fortaleceu a presença do Estado brasileiro dentro das fronteiras políticas nacionais em relação tanto ao capital especulativo quanto ao produtivo, que interferem na economia do país.

    Amanda, Débora e Thalita

    ResponderExcluir
  49. 15-Sobre o papel do Estado no processo de industrialização brasileiro, assinale a alternativa correta.
    a)Foi responsável pela construção dos setores de infraestrutura e transporte, pelo investimento direto no setor industrial e pela criação de uma legislação trabalhista.

    16-Ultimamente, a imprensa tem utilizado a expressão “guerra fiscal” para denominar o tipo de relacionamento entre os estados da Federação.
    Essa expressão significa:
    c)A concessão de amplos benefícios fiscais por parte de alguns estados para atraírem investimentos industriais em seu território.

    17-Sobre as consequências desses investimentos para o setor industrial brasileiro, é correto afirmar:
    d)O grande volume de IDE no Brasil coincidiu com políticas de incentivo à desconcentração espacial da indústria brasileira.

    18-Quanto à distribuição espacial da indústria brasileira, considere as seguintes informações:
    Está(ao) correta(s):
    d)II- Nas últimas décadas, teve início um processo de dispersão do parque industrial, sendo a construção de usinas hidrelétricas na região Nordeste um fator que contribuiu para esse processo.
    III- O desenvolvimento e a modernização da infraestrutura de produção e energia, de transportes, de comunicações e de informatização no interior do país viabilizaram a descentralização do parque industrial e criaram as condições de especialização produtiva, através da integração regional.

    19-Assinale a alternativa que não indica uma característica da economia brasileira, na passagem do século XX para o século XXI.
    b)A economia brasileira tem recursos naturais e mão de obra qualificada para as exigências do modelo de produção flexível, mas carrega no cenário internacional, o estigma de país subdesenvolvido.

    Amanda, Débora e Thalita

    ResponderExcluir
  50. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  51. Questões do ENEM:

    1)Pode-se compreender o desemprego estrutural em termos da internacionalização da economia associada:
    -- d)as novas formas de gerenciamento de produção e novas tecnologias que são inseridas no processo produtivo, eliminando empregos que não voltam.


    2)É correto afirmar que as políticas econômicas mensionadas no texto são:
    -- c)Diferentes, porque, para o primeiro texto, a quetão central é a integração regional e, para o segundo, a política de substituição de importações.

    Daniela, Hellen e Lorena

    ResponderExcluir
  52. * ~ Questões de Vestibulares:

    1)a)Cite e analise duas causas possíveis dessa desconcentração industrial;
    --- R: Os altos custos de produção, a infra estrutura pressionada e com problemas, a sindicalização dos trabalhadores, entre outros.

    b)Explique por que o setor terciários tornou-se o maior empregador do país.
    --- R: É este setor, o terciário, que tem maior dinamismo e diversidade de oportunidades, com maior capacidade de absorção de mão-de-obra; destacando-se mais do que o primário e o secundário.


    2)a)Justifique a importância das indústrias siderlúgicas;
    --- R: É de extrema importância por ser uma indústria atualmente de base; transforma uma matéria-prima em outra matéria-prima (ex: ferro em aço).

    b)Explique como se deu a sua implantação no Brasil.
    --- R: Desenvolveu-se na época de Vargas, do nacionalismo, de expansão industrial e necessidade de consumo.

    3)a)A partir de quando as grandes montadoras estrangeiras vieram para o Brasil e onde se instalaram?
    --- R: Vieram na Era JK; se instalaram em São Paulo.

    b)Quais as características da industrialização brasileira, a partir desse momento?
    --- R: Os altos custos de impostos e intenso fluxo de transportes e comunicações, prejudicando a produção.


    Daniela, Hellen e Lorena

    ResponderExcluir
  53. :) Teste de Vestibulares:

    1) Com base nos conhecimentos sobre a participação do Estado no processo de industrialização brasileira entre 1930 e 1980, é correto afirmar que o Estado brasileiro:

    ---> (a) Investiu na chamada indústria de base, construiu infraestrutura nos setores de energia, transporte e comunicação e foi responsável pela criação da legislação trabalhista.

    2) Sobre as características fundamentais da industrialização brasileira até a década de 1970, é válido afirmar que:

    ---> (d)Esteve marcada pela dependência tecnológica e financeira e pela concentração territorial, ambas responsáveis pela reprodução do subdesenvolvimento do país.

    3)A respeito das disparidades regionais do Brasil, é correto afirmar que:
    --->(c) Elas foram adquirindo as suas características atuais com a industrialização do país e tornaram-se assunto da política nacional a partir dos anos 1950.

    4)A partir da década de 1970, dois fatos importantes ocorreram simultaneamente: início da diminuição da concentração industrial no Sudeste e o processo de desconcentração industrial no Brasil. Dentre os motivos que podem explicar esses fatos citam-se:
    ---> (b) A forte atuação do Estado criando incentivos fiscais para que indústrias do Sudeste se instalassem em outras regiões e o desenvolvimento em âmbito nacional de infraestrutura de transportes e comunicações.

    5)A região de Campinas tem apresentado um intenso crescimento industrial que destaca-se no contexto nacional pelo:
    ---> (a) Desenvolvimento da indústria de ponta, estimulado pelos tecnopolos criados a partir de uma integração entre a comunidade acadêmica e o empresariado.

    6)O processo de industrialização brasileira encontrou, no centro-sul do país, principalmente em São Paulo, os elementos indispensáveis ao seu desenvolvimento: mão de obra assalariada, mercado consumidor, eletricidade, sistema de transportes e excelente sistema bancário. Sobre esse processo, é INCORRETO afirmar que:
    --->(c) O processo de desconcentração espacial das indústrias paulistas gerou um surto de industrialização no Nordeste e no Sul, equilibrando, assim, a produção industrial por regiões.

    7)As hachuras, no mapa, representam áreas de:
    ---> (e) Concentração industrial.

    8)No período pré-industrial brasileiro, quando a economia nacional era dominada basicamente pelas atividades agrícolas de exportação, a organização do espaço geográfico era do tipo:
    ---> (e) Áreas isoladas ou "arquipélagos", onde não havia um espaço.

    9)O conjunto de investimentos e modificações a que se refere o texto consistia, entre outros:
    ---> (d) Na explicação significativa da capacidade instalada de energia elétrica, no aumento do número e na modernização das rodovias e no crescimento do setor de bens de produção e da indústria automobilística.

    10)Sobre a industrialização brasileira, assinale as proposições verdadeiras. Estão corretas:
    ---> (a) I, II, III.

    11)Referem-se a industrialização brasileira os textos:
    ---> (e) I, II, III E IV.

    12)Sobre este assunto, é correto afirmar:
    --->(b) Muitas indústrias siderúrgicas brasileiras foram instaladas próximo ás jazidas de minério de ferro, como as de Minas gerais.
    --->(c) Na atualidade, há uma reorganização espacial das indústrias no mundo, motivada em parte por uma acelerada modernização do sistema de transportes e de comunicações.
    --->(e) Energia, água e mão de obra disponíveis são fatores locacionais importantes para o setor industrial.
    --->(f) Os processos de urbanização e de industrialização sofrem uma influência mútua ao longo do tempo, porque as cidades ou crescem em torno das indústrias nascentes ou atraem indústrias, que fazem com que elas cresçam.


    Daniela, Hellen e Lorena :*

    ResponderExcluir
  54. 13)São causas dessas desconcentração, EXCETO:
    ---> (a) A imcapacidade da região de gerar energia suficiente para atender à demanda industrial.

    14)É INCORRETO afirmar que esse processo:
    ---(c)Fortaleceu a presença do Estado brasileiro dentro das fronteiras políticas nacionais em relação tanto ao capital especulativo quanto ao produtivo, que interferem na economia do país.

    15)Sobre o papel do Estado no processo de industrialização brasileiro, assinale a alternativa correta:
    ---<(a)Foi responsável pela construção dos setores de infraestrutura e transporte, pelo investimento direito do setor industrial e pela criação de uma legislação trabalhista.

    16)Essa expressão significa:
    ---> (c) A concessão de amplos benefícios fiscais por parte de alguns estados para atrairem investimentos industriai em seu território.

    17)Sobre as consequências desses investimentos para o setor industrial brasileiro, é correto afirmar:
    ---> (d)O grande volume de IDE no Brasil, coincidiu com políticas de insentivo à desconcentração espacial da indústria brasileira.

    18)Quanto à distribuição espacial da indústria brasileira, considere as seguintes afirmações. Está(ão) correta(s):
    ---> (d) Apenas II E III.

    19)Assinale a alternativa que NÃO indica uma característica da economia brasileira, na passagem do século XX para o século XXI.
    --->(b) A economia brasileira e mão de obra qualificada para as exigências do modelo de produção flexível, mas carrega o cenário internacional do estigma de país subdesenvolvido.

    DANIELA, HELLEN E LORENA :) ^_^

    ResponderExcluir
  55. 1. 1-ENEM
    1-Pode-se compreender o desemprego estrutural em termos da internacionalização da economia associada:
    d) As novas formas de gerenciamento de produção e novas tecnologias que são inseridas no processo produtivo, eliminando empregos que não voltam.

    2- É correto afirmar que as políticas econômicas mencionadas nos textos são:
    c) Diferentes, porque, para o primeiro texto, a questão central é a integração regional e, para o segundo, a política de substituição de importações.

    QUESTÕES DE VESTIBULARES
    1- a) Cite e analise duas causas possíveis dessa desconcentração industrial;
    R-A locação de infra-estrutura; passou a atender ao menos parte das necessidades de infra-estrutura das regiões historicamente marginalizadas.Mão–de–obra ;ocorre um processo de descolamento das indústrias com direção á cidade média do interior em busca de mão-de-obra barata.

    b) Explique por que o setor terciário tornou-se o maior empregador do país.
    R- O setor terciário apresenta uma maior diversificação de atividades do que o secundário e o primário, os quais tornaram-se mais automatizados nas últimas décadas. Como o setor de serviços absorve tanto a mão-de-obra de alta qualificação profissional quanto a de baixa qualificação, inclusive um maior contingente de trabalhadores informais, ocorre no País uma hipertrofia do setor terciário – comércio, serviços e profissões liberais.
    2- a) Justifique a importância das indústrias siderúrgicas.
    R- Já havia indústria no Brasil, mas não de grande porte, a gente exportava produtos básicos (modelo agroexportador) e Vargas, em seu governo queria alavancar a indústria brasileira. A siderúrgica fabrica o aço a partir do ferro
    Assim que o Brasil conseguiu uma siderúrgica, criamos a companhia Vale do Rio Doce e essa companhia começou a extrair minério de ferro do Quadrilátero Ferrífero (MG)
    Com o aço, o Brasil passa a construir uma indústria de bens de produção significativa, apoiada em investimentos estatais, ou seja, menor dependência externa!
    E mais, a siderúrgica é uma indústria de base (transforma uma matéria prima – ferro- em outra matéria prima – aço- que é utilizada em outras industrias para fabricar produtos que usamos!)

    b) Explique como se deu a sua implantação no Brasil.
    R- A indústria siderúrgica chegou aqui na época de Vargas
    Havia uma grande preocupação em industrializar o país.
    3- a) A partir de quando as grandes montadoras estrangeiras vieram para o Brasil e onde se instalaram?
    R- A partir de 1950 , no Sudeste.
    b) Quais as características da industrialização brasileira a partir deste momento?
    R- O nacionalismo da era Vargas foi substituído pelo desenvolvimento do governo JK(1956 a 1961).Atraindo o capital estrangeiro e estimulando o capital nacional com incentivos fiscais e financeiros e medidas de proteção do mercado interno , JK implantou a indústria de bens de consumo duráveis , como eletrodoméstico e veículos , com objetivo de multiplicar o número de fábricas e peças e componetes.Ampliou os serviços de infraestruturas, como transporte e fornecimento de energia.
    Samara , Ana Carolina e Larisse.

    ResponderExcluir
  56. TESTES DE VESTIBULARES

    1- Com base nos conhecimentos sobre a participação do Estado no processo de industrialização brasileira entre 1930 e 1980, é correto afirmar que o Estado brasileiro:c) Estatizou a indústria de bens de consumo duráveis, privatizou as empresas estatais de geração e distribuição de energia elétrica, petróleo e gás natural e revogou a legislação trabalhista do período de Vargas.

    2- Sobre as características fundamentais da industrialização brasileira até a década de 1970, é válido afirmar que:
    d) Esteve marcado pela dependência tecnológica e financeira e pela concentração territorial , ambas responsáveis pela reprodução do subdesenvolvimento do país.

    3- A respeito das disparidades regionais do Brasil, é correto afirmar que:
    C) Elas foram adquirindo as suas características atuais com a industrialização do país e tornaram-se assunto da política nacional a partir dos anos de 1950.

    4- A partir da década de 1970, dois fatos importantes ocorreram simultaneamente: Inicio da diminuição da concentração industrial no Sudeste e, o processo de desconcentração industrial no Brasil. Dentre os motivos que podem explicar esses fatos citam-se:
    b) A forte atuação do estado criando incentivos fiscais para que indústrias do Sudeste se instalassem em outras regiões e o desenvolvimento em âmbito nacional de infraestrutura de transportes e comunicações.

    5- A região de Campinas tem apresentado um intenso crescimento industrial que se destaca no contexto nacional pelo:
    a) Desenvolvimento da industria de ponta, estimulado pelos tecnopolos criados a partir de uma integração entre a comunidade acadêmica e o empresariado.

    6- O processo de industrialização brasileira encontrou, no centro-sul do país, principalmente em São Paulo, os elementos indispensáveis ao seu desenvolvimento: mão de obra assalariada, mercado consumidor, eletricidade, sistema de transportes e excelente sistema bancário. Sobre esse processo, é incorreto afirmar que:
    c) processo de desconcentração espacial das indústrias paulistas gerou um surto de industrialização no Nordeste e no Sul, equilibrando, assim, a produção industrial por regiões.

    7- As hachuras, no mapa, representam áreas de:
    e) Concentração industrial.

    8- No período pré-industrial brasileiro, quando a economia nacional era dominada basicamente pelas atividades agrícolas de exportação, a organização do espaço geográfico era do tipo:
    e) áreas isoladas ou “arquipélagos”, onde não havia um espaço nacional integrado.

    Samara,Ana Carolina e Larisse

    ResponderExcluir
  57. 9- O conjunto de investimentos e modificações a que se refere o texto consistia, entre outros:
    d) Na ampliação significativa da capacidade instalada de energia elétrica, no aumento do número e na modernização das rodovias e no crescimento do setor de bens de produção e da indústria automobilística.

    10-Sobre a industrialização brasileira, assinale as proposições verdadeiras.
    a) I- A indústria de bens de consumo duráveis, implantada a partir do Plano de Metas de JK, teve significativa participação de iniciativas estrangeiras, com destaque do setor automobilístico.
    II- A implantação de uma industrialização, sem prévia reforma agrária, desembocou numa profunda crise agrária, manifestada pela excessiva transferência da população do campo para a cidade.
    III- As iniciativas estatais, iniciadas no governo de Getúlio Vargas, concentraram-se no setor de infraestrutura e indústria de base.

    11-Referem-se à industrialização brasileira os textos:
    e) I- No período de 1930 3 1956, os grandes investimentos foram direcionados ao setor de base (siderurgia, petroquímica e extração mineral), com grande intervenção do Estado.
    II- Embora a indústria, desde o início do século, estivesse concentrada no eixo São Paulo - Rio de Janeiro, até 1930 a organização espacial se caracterizava pelas atividades econômicas dispersas e regionalmente quase autônomas.
    III- O sucesso do Plano de Metas foi acompanhado por um significativo aumento da inflação e da dívida externa, pelo afastamento da capital federal do centro econômico e populacional do país e pela efetiva implantação do rodoviarismo.
    IV- A política do Plano de Metas acentuou a concentração do parque industrial na região Sudeste, intensificando ainda mais as migrações internas e provocando o crescimento caótico dos grandes centros urbanos.

    12-Sobre esse assunto, é correto afirmar:
    b) Muitas indústrias siderúrgicas brasileiras foram instaladas próximo ás jazidas de minério de ferro, como as de Minas gerais.
    c) Na atualidade, há uma reorganização espacial das indústrias no mundo, motivada em parte por uma acelerada modernização do sistema de transportes e de comunicações.
    e) Energia, água e mão de obra disponíveis são fatores locacionais importantes para o setor industrial.
    f) Os processos de urbanização e de industrialização sofrem uma influência mútua ao longo do tempo, porque as cidades ou crescem em torno das indústrias nascentes ou atraem indústrias, que fazem com que elas cresçam.

    13-São causas dessa desconcentração, exceto:
    a)A incapacidade da região de gerar energia suficiente para atender à demanda industrial.

    14-Nos últimos anos, o Brasil experimentou um amplo processo de privatização da economia.
    É incorreto afirmar que esse processo:
    c)Fortaleceu a presença do Estado brasileiro dentro das fronteiras políticas nacionais em relação tanto ao capital especulativo quanto ao produtivo, que interferem na economia do país.


    15-Sobre o papel do Estado no processo de industrialização brasileiro, assinale a alternativa correta.
    a)Foi responsável pela construção dos setores de infraestrutura e transporte, pelo investimento direto no setor industrial e pela criação de uma legislação trabalhista.

    Samara , Ana Carolina e Larisse

    ResponderExcluir
  58. 16-Ultimamente, a imprensa tem utilizado a expressão “guerra fiscal” para denominar o tipo de relacionamento entre os estados da Federação.
    Essa expressão significa:
    c)A concessão de amplos benefícios fiscais por parte de alguns estados para atraírem investimentos industriais em seu território.

    17-Sobre as consequências desses investimentos para o setor industrial brasileiro, é correto afirmar:
    d)O grande volume de IDE no Brasil coincidiu com políticas de incentivo à desconcentração espacial da indústria brasileira.

    18-Quanto à distribuição espacial da indústria brasileira, considere as seguintes informações:
    Está(ao) correta(s):
    d)II- Nas últimas décadas, teve início um processo de dispersão do parque industrial, sendo a construção de usinas hidrelétricas na região Nordeste um fator que contribuiu para esse processo.
    III- O desenvolvimento e a modernização da infraestrutura de produção e energia, de transportes, de comunicações e de informatização no interior do país viabilizaram a descentralização do parque industrial e criaram as condições de especialização produtiva, através da integração regional.

    19-Assinale a alternativa que não indica uma característica da economia brasileira, na passagem do século XX para o século XXI.
    b)A economia brasileira tem recursos naturais e mão de obra qualificada para as exigências do modelo de produção flexível, mas carrega no cenário internacional, o estigma de país subdesenvolvido.
    Samara , Ana Carolina e Larisse.

    ResponderExcluir
  59. Enem

    1: Um dos maiores problemas da atualidade é o aumento desenfreado do desemprego.O texto abaixo destaca essa situação .

    Pode-se compreender o desemprego estrutural em termos da internacionalização da economia associada:

    R:LetraD (As novas de gerenciamento de produção e novas tecnologias que são inseridas no processo produtivo,eliminando empregos que não voltão.).

    2:Os textos a seguir relacionam-se a movimentos distintos da historia .

    É correto afirmar que as políticas econômicas mencionadas nos textos são:

    R:letraC (Porque ,para a primeiro texto,a questão central é a integração regional e para o segundo,a política de substituição de importação).

    Érika,Tailane,Wesley

    Questões de vestibular

    1- A) Cite e analise duas causas possíveis dessa desconcentração industrial;

    R:Podemos destacar dentre as causas possíveis no Brasil a “querra fiscal”entre municípios e estados por meio de incentivos fiscais para atrair o capital industrial para as suas regiões,e também a busca por parte das empresas ,das chamadas vantagens competitivas ,visando a diminuição do custo de produção como por exemplo(mão de obra barata,terrenos mais baratos,sindicatos manos organizados, e menor carga tributaria e infra-estrutura menos saturada.

    B) Explique por que o setor terciário tornou-se o maior empregador do pais.

    R: Devido a vários fatores como a urbanização,a demanda por maiores serviços ,a terceirização da economia e o crescimento do emprego informal.

    2-A) Justifique a importâmcia das indústrias siderúrgicas;
    R: As siderúrgicas são fundamentais para a produção de guase todos os bens que consumimos (alimentos,eletrônicos,automóveis) dentre outros.

    B) Explique como se deu a sua implantação no Brasil.
    R: Na expansão industrial no governo de Getúlio Vargas.

    3-A) Apartir de quando as grandes montadoras estrangeiras vieram para o Brasil e onde se instalaram?
    R: Nos anos 50,na região do ABC Paulista.

    B) Quais as características da industrialização brasileira, apartir desse momento?
    R: Expansão e diversificação de atividades

    Érika,Tailane.Wesley

    ResponderExcluir
  60. Testes de vestibulares


    1-Com base nos conhecimentos sobre a participação do Estado no processo de industrialização brasileira entre 1930e 1980 , é correto afirmar que o Estado brasileiro:
    A) Investiu na chamada industria de base,construiu infraestrutura nos setores de energia,transporte e comunicação e foi responsável pela criação da legislação trabalhista.

    2- Sobre as características fundamentais da industrialização brasileira até a década de 1970,é válido afirmar que:
    D) Esteve marcada pela dependência tecnológica e financeira e pela concentração territorial,ambas responsáveis pela produção do subdesenvolvimento do país.

    3- A respeito das disparidades regionais do Brasil,é correto afirmar que:
    D) Eles foram adquiridos as sua características atuais com a industrialização do país e tornaram-se assunto da política nacional a partir dos anos 1950.

    4- A partir da década de 1970, dois fatos importantes ocorreram simultaneamente: Inicio da diminuição da concentração industrial no Sudeste e, o processo de desconcentração industrial no Brasil. Dentre os motivos que podem explicar esses fatos citam-se:
    B) A forte atuação do estado criando incentivos fiscais para que indústrias do Sudeste se instalassem em outras regiões e o desenvolvimento em âmbito nacional de infraestrutura de transportes e comunicações.

    5- A região de Campinas tem apresentado um intenso crescimento industrial que se destaca no contexto nacional pelo:
    A) Desenvolvimento da industria de ponta, estimulado pelos tecnopolos criados a partir de uma integração entre a comunidade acadêmica e o empresariado.

    6- O processo de industrialização brasileira encontrou, no centro-sul do país, principalmente em São Paulo, os elementos indispensáveis ao seu desenvolvimento: mão de obra assalariada, mercado consumidor, eletricidade, sistema de transportes e excelente sistema bancário. Sobre esse processo, é incorreto afirmar que:
    D) Processo de desconcentração espacial das indústrias paulistas gerou um surto de industrialização no Nordeste e no Sul, equilibrando, assim, a produção industrial por regiões.

    7- As hachuras, no mapa, representam áreas de:
    E) Concentração industrial.

    8- No período pré-industrial brasileiro, quando a economia nacional era dominada basicamente pelas atividades agrícolas de exportação, a organização do espaço geográfico era do tipo:
    E) Áreas isoladas ou “arquipélagos”, onde não havia um espaço nacional integrado.

    9- O conjunto de investimentos e modificações a que se refere o texto consistia, entre outros:
    D) Na ampliação significativa da capacidade instalada de energia elétrica, no aumento do número e na modernização das rodovias e no crescimento do setor de bens de produção e da indústria automobilística.

    10- Sobre a industrialização brasileira, assinale as proposições verdadeiras.
    A) I- A indústria de bens de consumo duráveis, implantada a partir do Plano de Metas de JK, teve significativa participação de iniciativas estrangeiras, com destaque do setor automobilístico.
    II- A implantação de uma industrialização, sem prévia reforma agrária, desembocou numa profunda crise agrária, manifestada pela excessiva transferência da população do campo para a cidade.
    III- As iniciativas estatais, iniciadas no governo de Getúlio Vargas, concentraram-se no setor de infraestrutura e indústria de base.

    Erika,Tailane,Wesley

    ResponderExcluir
  61. 1)um dos maiores problemas da atualidade é o aumento desenfreado do desemprego.
    d)as novas formas de gerenciamento de produção e novas tecnologias que são inseridas no processo produtivo ,eliminando empregos que não voltam.

    2)os textos a seguir relacionam-se a momentos distintos da nossa historia.

    é correto afirmar que as políticas econômicas mencionadas no teto são :
    c) diferente ,porque , para o primeiro texto , a questão central é a integração regional , e para o segundo , a política de substituição de importações .

    questões de vestibular

    1) O processo de desconcentração do parque industrial brasileiro ocorrido com maior intensidade nas últimas décadas decorre do aumento do custo dos insumos de produção, nos velhos centros industriais, principalmente na metrópole paulistana e no ABC paulista, como: mão-de-obra, em razão de maior organização dos trabalhadores, na sua maioria sindicalizados no setor secundário; energia, face a perspectiva de ocorrência de um colapso no fornecimento (apagão ou black-out); transporte, por causa da saturação da infraestrutura; terrenos, cujos preços foram majorados pelo processo de especulação imobiliária, inúmeros tributos, problemas ambientais, que impõem
    restrições legais relacionadas ao uso do solo, emissão de poluentes, geração de resíduos e lixo etc.
    Soma-se a esses fatores a ação do poder público interessada em minorar as desigualdades regionais, em incorporar novas áreas ao espaço econômico nacional, além da ação de Estados e Municípios reduzindo a carga tributária (Guerra Fiscal) oferecendo incentivos creditícios e facilidades para a apropriação de recursos naturais na contratação de mão-de-obra.
    b) O setor terciário apresenta uma maior diversificação de atividades do que o secundário e o primário, os quais tornaram-se mais automatizados nas últimas décadas. Como o setor de serviços absorve tanto a mão-de-obra de alta qualificação profissional quanto a de baixa qualificação, inclusive um maior contingente de trabalhadores informais, ocorre no País uma hipertrofia do setor terciário – comércio, serviços e profissões liberais

    2.(Unicamp-SP) levando-se em consideração que, historicamente , a implantação de industrias siderúrgicas constituiu-se em fator fundamental no processo de industrialização:
    A- As indústrias siderúrgicas são indústrias de base que fabricam insumos usados em outros setores industriais, que são fundamentais para a produção de quase todos os bens que consumimos. Por isso são fundamentais para impulsionar o processo de industrialização.
    B- A implantação da siderurgia no Brasil se deu em 1941 com a CSN Companhia Siderúrgica Nacional, em Volta Redonda-RJ.
    Ela foi viabilizada pela segunda guerra mundial e se baseou num acordo entre o Brasil e os EUA durante o governo do Getulio Vargas.
    O Brasil importava tudo o que precisava e os EUA precisavam das chapas de ferro para o esforço de guerra. A CSN nasceu para beneficiar os dois lados.
    Foi a base para um início de industrialização do Brasil.
    A CSN foi seguida pela construção da Usiminas em 1956 e pela Cosipa-Cubatão-SP, em 1963.

    americo,eliel,dionata,yan

    ResponderExcluir
  62. 3. O texto a seguir descreve alguns aspecto da implantação da industria automobilística no Brasil.

    a) A Indústria automobilística instalou-se no Brasil em 1956, na cidade de Santa Bárbara d'Oeste (São Paulo) com o ínicio da fabricação da Romi-Isetta.

    Em 1959, no município de São Bernardo do Campo, foi instalada a fábrica da Volkswagen, cujo primeiro modelo produzido foi a Kombi, até hoje produzida lá e que precedeu ao famoso Volkswagen Sedan (mais conhecido no Brasil como fusca). Entretanto, em Rio Bonito (Estado do Rio de Janeiro), já um pequeno empreendor chamado Sebastião William Cardoso havia montado um pequeno jipe que chamou de "Tupi", movido a partir de um motor de um gerador elétrico.

    A Chevrolet e a Ford, que eram apenas montadoras de peças importadas, deram os seus primeiros passos com a fabricação de caminhões para, mais tarde, iniciarem a produção de automóveis em 1968. A seguir veio a Fiat - (Fábrica Italiana de Automóveis - Turim) instalou-se em 1976 em Betim."

    b) –No início dos anos 50, a indústria brasileira apresentava dois aspectos salientes: de um lado, empreendimentos centrados na produção de bens perecíveis e semiduráveis, destacando-se particularmente as indústrias têxtil, alimentar, gráfica, editorial, de vestuário, fumo, couro e peles; de outro, empresas inteiramente nacionais, normalmente gerenciadas pelo núcleo familiar proprietário. Quanto a estas últimas - segundo o economista Paul Singer –, embora algumas "tivessem dado mostras da apreciável capacidade de expansão via auto-acumulação, chegando a se constituir alguns ‘impérios industriais’ (como os de Francisco Matarazzo e Ermírio de Moraes), estava claro que nenhuma tinha possibilidade de mobilizar os recursos necessários para efetivamente iniciar a indústria pesada no país".

    Pois bem, no Brasil havia quase que exclusivamente a indústria de consumo, ou leve, que se dedicava à produção de "bens perecíveis e semiduráveis”. Desse modo, a implantação definitiva do sistema industrial dependia do encontro de soluções para a implantação da indústria pesada, produtora de bens duráveis de consumo, bens intermediários e bens de capital.

    testes de vestibulares

    1)a partir dos anos de 1930 , o Brasil intensificou seu processo de industrialização e assim a industria superou a agricultura em termos de participação do PIB.
    com base nos conhecimentos sobre a participação do estado no processo de industrialização brasileira entre 1930 e 1980 , é correto afirmar que o estado brasileiro:
    investiu na chamada industria de base , construiu infraestrutura nos setores de energia , transporte e comunicação e foi responsável ela criação da legislação trabalhista

    2)sobre as características fundamentais da industrialização brasileira até a década de 1970 é valido afirmar que :

    b)se distinguia pela autonomia nacional nos setores de bens de produção , bens intermediários e bens de consumo não duráveis .

    3)a respeito das disparidades regionais do Brasil , é correto afirmar que :
    c) elas foram adquirindo as características atuais com a industrialização do país e tornaram-se assunto da política nacional a partir dos anos 1950

    4)as partir da década de 1970 , dois fatos importantes ocorreram simultaneamente :inicio da diminuição da concentração industrial no sudeste e o processo da desconcentração industrial no Brasil .Dentre os motivos que podem explicar esses fatos estão:

    B) a forte atuação do estado criando incentivos fiscais pra que industrias do sudeste se instalassem em outras regiões e seu desenvolvimento em âmbito nacional de infraestrutura de tranpórtes e comunicações

    5) A região de Campinas tem apresentado um intenso crescimento industrial que se destaca no contexto nacional pelo :
    d) grande domínio de capitais nacionais , sendo uma dos poucos áreas do país onde as empresas transnacionais não atuam .

    americo,eliel,dionata,yan

    ResponderExcluir
  63. 6-(UFPB) O processo de industrialização brasileira encontrou ,no centro-sul do pais, principalmente em SP, os elementos indispensável a seu desenvolvimento:mão de obra assalariada,mercado consumidor,eletricidade,sistema de transporte e excelente sistema bancário.
    C- O processo de desconcentração das industrias paulistas gerou um surto de industrialização no nordeste e no sul, equilibrando, assim, a produção industriais por regiões.
    7- (UEL-PR) As hachuras ,no mapa, representam áreas de:
    E- Concentração industrial.
    8-(UFV_MG) No período pré-industrial brasileiro,quando a economia nacional era dominada basicamente pela atividade agrícola de exportação, a organização do espaço geográfico era do tipo:
    9-(PUCCAMP-SP) Entre 1955 e 1960 houve um salto no processo industrial brasileiro através da fase conhecida como plano de metas,em que o crescimento econômico esteve apoiado em um conjunto de investimentos e profundas modificações na estrutura industrial do país.
    D- Na ampliação significativa da capacidade de energia instalada,no aumento do numero e na modernização das rodovias e no crescimento no setor de bens de produção e na indústria automobilística.
    10-(UFMS) Sobre a industrialização brasileira assinale as proposições verdadeiras.
    A- I- A industria de bens de consumo duráveis, implantada a partir do plano de metas de JK ,teve significativa participação de iniciativas estrangeiras , com destaque do setor automobilístico.
    II-A implantação de uma industrialização ,sem previa reforma agrária,desembocou uma profunda crise agrária, manifesta pela da população do campo para a cidade.
    III- As iniciativas estatais ,iniciadas no governo de Getúlio Vargas, concentraram-se no setor de infraestrutura e industria de base.
    11-(Fatec-SP) Considere os textos a seguir ,para responder a esta questão.
    E- I- no período de 1930e 1956, os grandes investimentos foram direcionados ao setor de base,com grande intervenção do estado.
    II- embora a industria , desde o começo do século, estivesse considera da no eixo SP-RJ, ate 1930 a organização espacial se mostrava caracterizada pelas atividades econômicas dispersas e regionalmente quase autônomas.
    III- o sucesso do plano de metas foi acompanhado por um significativo aumento na inflação e da divida externa, pelo afastamento da capital federal do centro econômico e populacional do pais e pela efetiva implantação do rodoviarismo.
    IV- a política do plano de metas acentuou a concentração do parque industrial da região sudeste ,intensificando ainda mais a migração interna e provocando o crescimento caótico dos grandes centros urbanos.
    12- Sobre esse assunto e correto afirmar que:
    B- Muitas industrias siderúrgicas brasileiras foram instaladas perto das jazidas de minério de ferro, como as de MG.
    C- Na atualidade, há uma reorganização especial das industrias no mundo,motivada em parte por uma acelerada modernização no sistema de transporte e de comunicação .
    E- Energia, água e Mao de obra disponíveis são fatores locacionais importantes para o setor industrial .
    F- Os processos de urbanização e de industrialização sofrem uma influencia mutua ao longo do tempo, porque as cidades ou crescem em torno das industrias nascentes ou atraem industrias, que fazem co elas cresçam .


    13. Após 1970, houve uma relativa desconcentração industrial da Grande São Paulo e um crescimento maior em outros estados brasileiros.
    A)a incapacidade da região de gerar energia suficiente para atender À demanda industrial.

    14.Nos últimos anos, o Brasil experimentou um amplo processo de privatização da economia.
    É incorreto afirmar que esse processo:

    c) fortaleceu a presença do Estado Brasileiro dentro das fronteiras políticas nacionais em relação tanto ao capital especulativo quanto ao produtivo, que interferem na economia do país

    ResponderExcluir
  64. 15. Com o crescimento econômico ocorrido durante o século xx, o Brasil pode ser considerado um país industrializado, embora os males do subdesenvolvimento continuem presentes. O processo de industrialização brasileiro contou com m agente de fundamental importância: o Estado Nacional.
    A)foi responsável pela construção dos setores de infraestrutura e transporte, pelo investimentos direto no setor industrial e pela criação de uma legislação trabalhista.

    16. ultimamente, a imprensa tem utilizado e expressão “Guerra Fiscal” para denominar o tipo de relacionamento entre os estados da Federação.
    Essa expressão significa.

    c)a concessão de amplos benefícios fiscais por parte de alguns estados para atraírem investimentos industriais em seu território.
    17. Na segunda metade do século 1990, o Brasil foi um dos países que mais receberam investimento direto estrangeiro (IDE) em todo o mundo, superando até mesmo países como Canadá e Alemanha.

    D) O grande volume de IDE no Brasil coincidiu com políticas de incentivo À desconcentração espacial da indústria brasileira.

    18. Quanto a distribuição espacial da industria brasileira, considere as seguintes afirmações:
    d) apenas 1 e 3

    19. Assinale a alternativa que não indica uma características da economia brasileira, na passagem do século xx para o século XXI.

    b)A economia brasileira tem recurso naturais e mão de obra qualificada para as exigências do modelo de produção flexível, mas carrega no cenário internacional o estigma de pais desenvolvido.

    ResponderExcluir
  65. ENEM

    1)Pode-se compreender o desemprego estrutural em termos da internacionalização da economia associada:

    d)as novas formas de gerenciamento de produção e novas tecnologias que são inseridas no processo produtivo, eliminando empregos que não voltam.


    2)É correto afirmar que as políticas econômicas mensionadas no texto são:

    c)Diferentes, porque, para o primeiro texto, a quetão central é a integração regional e, para o segundo, a política de substituição de importações.


    QUESTÕES DE VESTIBULARES

    1a) Cite e analise duas causas possíveis dessa desconcentração industrial;
    R:As empresas queriam mão de obra qualificada e barata, e uma taxa menor para que tivessem poucos impostos.

    b) Explique por que o setor terciário tornou-se o maior empregador do país.
    R:Porque não tem mão de obra qualificada e não exige tanto da pessoa para poder contratá-la.


    2a) Justifique a importância das indústrias siderúrgicas;
    R:São indústrias que são como se fossem uma mini para outras indústrias produzem para que outros possam utilizar depois.

    b)Explique como se deu a sua implantação no Brasil.
    R:Foi feita pelo governo Getulio Vargas, que fez com que o mercado estrangeiro se interessasse no Brasil.


    3a)A partir de quando as grandes montadoras estrangeiras vieram para o Brasil e onde se instalaram?
    R:A Indústria automobilística instalou-se no Brasil em 1956, na cidade de Santa Bárbara d'Oeste (São Paulo) com o ínicio da fabricação da Romi-Isetta. No período do governo de Juscelino kubschek.

    b)Quais as características da industrialização brasileira a partir deste momento?
    R:) Grande potencial de expansão de mercado interno com descontração de produção e consumo
    Ausento nas exportações de produtos industriais
    Melhora na qualidade dos produtos.


    TESTES DE VESTIBULARES

    1) Com base nos conhecimentos sobre a participação do Estado no processo de industrialização brasileira entre 1930 e 1980, é correto afirmar que o Estado brasileiro:

    a) Investiu na chamada indústria de base, construiu infraestrutura nos setores de energia, transporte e comunicação e foi responsável pela criação da legislação trabalhista.

    2) Sobre as características fundamentais da industrialização brasileira até a década de 1970, é válido afirmar que:

    d) Esteve marcada pela dependência tecnológica e financeira e pela concentração territorial, ambas responsáveis pela reprodução do subdesenvolvimento do país.

    3) A respeito das disparidades regionais do Brasil, é correto afirmar que:
    c) Elas foram adquirindo as suas características atuais com a industrialização do país e tornaram-se assunto da política nacional a partir dos anos 1950.

    4)A partir da década de 1970, dois fatos importantes ocorreram simultaneamente: início da diminuição da concentração industrial no Sudeste e o processo de desconcentração industrial no Brasil. Dentre os motivos que podem explicar esses fatos citam-se:
    b) A forte atuação do Estado criando incentivos fiscais para que indústrias do Sudeste se instalassem em outras regiões e o desenvolvimento em âmbito nacional de infraestrutura de transportes e comunicações.

    ResponderExcluir
  66. 5)A região de Campinas tem apresentado um intenso crescimento industrial que destaca-se no contexto nacional pelo:
    a) Desenvolvimento da indústria de ponta, estimulado pelos tecnopolos criados a partir de uma integração entre a comunidade acadêmica e o empresariado.

    6)O processo de industrialização brasileira encontrou, no centro-sul do país, principalmente em São Paulo, os elementos indispensáveis ao seu desenvolvimento: mão de obra assalariada, mercado consumidor, eletricidade, sistema de transportes e excelente sistema bancário. Sobre esse processo, é INCORRETO afirmar que:
    c) O processo de desconcentração espacial das indústrias paulistas gerou um surto de industrialização no Nordeste e no Sul, equilibrando, assim, a produção industrial por regiões.

    7)As hachuras, no mapa, representam áreas de:
    e) Concentração industrial.

    8)No período pré-industrial brasileiro, quando a economia nacional era dominada basicamente pelas atividades agrícolas de exportação, a organização do espaço geográfico era do tipo:
    e) Áreas isoladas ou "arquipélagos", onde não havia um espaço.

    9)O conjunto de investimentos e modificações a que se refere o texto consistia, entre outros:
    d) Na explicação significativa da capacidade instalada de energia elétrica, no aumento do número e na modernização das rodovias e no crescimento do setor de bens de produção e da indústria automobilística.

    10)Sobre a industrialização brasileira, assinale as proposições verdadeiras. Estão corretas:
    a) I, II, III.

    11)Referem-se a industrialização brasileira os textos:
    e) I, II, III E IV.

    12)Sobre este assunto, é correto afirmar:
    b) Muitas indústrias siderúrgicas brasileiras foram instaladas próximo ás jazidas de minério de ferro, como as de Minas gerais.
    c) Na atualidade, há uma reorganização espacial das indústrias no mundo, motivada em parte por uma acelerada modernização do sistema de transportes e de comunicações.
    e) Energia, água e mão de obra disponíveis são fatores locacionais importantes para o setor industrial.
    f) Os processos de urbanização e de industrialização sofrem uma influência mútua ao longo do tempo, porque as cidades ou crescem em torno das indústrias nascentes ou atraem indústrias, que fazem com que elas cresçam.

    13)São causas dessas desconcentração, EXCETO:
    a) A imcapacidade da região de gerar energia suficiente para atender à demanda industrial.

    14)É INCORRETO afirmar que esse processo:
    c)Fortaleceu a presença do Estado brasileiro dentro das fronteiras políticas nacionais em relação tanto ao capital especulativo quanto ao produtivo, que interferem na economia do país.

    15)Sobre o papel do Estado no processo de industrialização brasileiro, assinale a alternativa correta:
    a)Foi responsável pela construção dos setores de infraestrutura e transporte, pelo investimento direito do setor industrial e pela criação de uma legislação trabalhista.

    16)Essa expressão significa:
    c) A concessão de amplos benefícios fiscais por parte de alguns estados para atrairem investimentos industriai em seu território.

    17)Sobre as consequências desses investimentos para o setor industrial brasileiro, é correto afirmar:
    d)O grande volume de IDE no Brasil, coincidiu com políticas de insentivo à desconcentração espacial da indústria brasileira.

    18)Quanto à distribuição espacial da indústria brasileira, considere as seguintes afirmações. Está(ão) correta(s):
    d) Apenas II E III.

    19)Assinale a alternativa que NÃO indica uma característica da economia brasileira, na passagem do século XX para o século XXI.
    b) A economia brasileira e mão de obra qualificada para as exigências do modelo de produção flexível, mas carrega o cenário internacional do estigma de país subdesenvolvido.

    ÂNGELO, IURI E RODRIGO

    ResponderExcluir
  67. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  68. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  69. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  70. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  71. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  72. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  73. O Brasil tem uma produção de energia diferenciada dos outros paises. Da década de 70 esse setor avançou-se, a energia eletrica se tornou prioridade para grandes usinas apartir do choque de 1973 e 1979 do petróleo.
    Essa produção de energia no Brasil deu inicio no Sudeste(a maioria), e algumas no Sul. As demais,as Centrais elétricas e o sistema começaram no fim dos anos 90, partindo para iluminação pública.
    Enfim, pode-se concluir que essa demanda energética se expandiu com a Itaipu em 1984 no governo JK, fazendo com que hoje a geração eletrica se tornasse mais elevada.


    LORENA.. HELLEN E DANIELA.. *_*..

    ResponderExcluir
  74. Meio Ambiente...

    De início se deve lembrar que não é só porque hoje é comemorado o dia de concientização contra o mal uso dos recursos naturais e a degradação da natureza que nós devemos nos focar em comemorá-lo hoje e não fazer nada amanha...
    Com a modernidade, o 'lixo' vem aumentandoo cada vez mais...levando assim a natureza à poluição e destruição.O uso de plásticos, latas, vidros, papéis e papelão, têm sujado rios e florestas matando vários animais... fora a poluição do ar neh... com as substâncias químicas que perfuram a camada de ozônio e deixam a temperatura terrestre mais elevada. Por isso deve-se tudo a concientização... pois é a partir de nossas atitudes que alcançamos nossa conquista.. atitudes essas, de não jogar lixo nas ruas, evitar o que for descartável.. entre outros fatores que passam despercebidos por nós.

    Daniela, Hellen e Lorena

    ResponderExcluir
  75. Caminhos da energia
    --> Sabemos que até então, o homem tem superado seus limites e tem descobrido novas maneiras de produzir energia por diversos meios. Tudo iniciou-se com o domínio do fogo (1ª fonte de energia); durante a Revolução Industrial o fogo foi transformado em movimento, o que permitiu a construção de fábricas e evoluçoes dos transportes, até surgir a energia elétrica...
    O Brasil tem uma das matrizes energéticas mais limpas do mundo, e é bem diversificado em relação as fontes; como nossa área territorial é grande, observamos a eletricidade como a principal forma de energia disponível, mais utilizada. Consumindo-se nessa área, em 3 setores: *Transporte; *Indústria; *Residência. Apesar da satisfação que é poder desfrutar das fontes energéticas, utilizar a tacnologia, sabemos que isso não durará para sempre. Devemos usar a energia da melhor forma possível; até porque, sabemos que, daqui há uns anos, somente sobrarão fontes renováveis para nossa utilização(possivelmente).
    ----> Formas de produção de energia: Usinas Hidreelétricas, termoelétricas e eólicas.
    ----> Fontes: Hídrica, térmica, nuclear, geotérmica, eólica, marés e fotovoltaica.
    O petróleo merece destaque por ter grande influência por capital... ele é responsável por uma boa porcentagem de capital econômico;hoje ele é a segunda fonte de energia mundial, mesmo ele sendo um contribuidor para a poluição e ser caro para transportar.Mas além dele, ainda há o gás natural, Xisto, carvão mineral, urânio, entre outros.

    Hellen e Lorena

    ResponderExcluir